agronegocio

16/10/2018 14:41

Fortalecimento da mulher do campo pode representar aumento de 30% na produção

Nesta segunda-feira, 15 de outubro, foi celebrado o Dia Internacional das Mulheres Rurais. A data foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1995, com a proposta de elevar a consciência mundial sobre o papel da mulher do campo.

A ONU indica que, além de justiça social, o fortalecimento da mulher do campo pode representar um aumento de 30% na produção agrícola e garantir a segurança alimentar do planeta. A temática é tão sensível que 2018 foi considerado o Ano da Mulher Rural.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), as mulheres constituem 40% da mão de obra agrícola nos países em desenvolvimento. No Brasil, elas são responsáveis por 45% da produção de alimentos, e, segundo o censo demográfico mais recente, são encarregadas da renda de 42,2% das famílias brasileiras do campo.

Mesmo com os avanços e a atenção dada a temática da igualdade de gênero, as mulheres rurais ainda sofrem com a desigualdade de condições de acesso ao uso da terra e com a falta de políticas públicas sólidas e de longo prazo que neutralizem a discriminação sofrida. Elas também precisam enfrentar ameaças à integridade física, sendo as principais vítimas de violência no campo. A luta diária é pela transformação da consciência coletiva de que o trabalho doméstico é "natural e obrigatório".

Campanha
Liderada no Brasil pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), a campanha “Mulheres Rurais, mulheres com direitos” traz à luz o debate sobre as experiências das agricultoras do país. Também trabalha questões relacionadas aos esforços institucionais coletivos e da sociedade civil para a garantia dos direitos e o reconhecimento da mulher rural como peça fundamental para o desenvolvimento sustentável.

Neste sentido, o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM) chama atenção para a necessidade de transformar a realidade das mulheres rurais estimulando a adoção de políticas públicas que as beneficiem e promovam melhores condições de acesso à terra e dignidade no trabalho.


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.