agronegocio

31/10/2018 12:48

Fusão da Agricultura e do Meio Ambiente é confirmada

A proposta de fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), está mantida. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (30), no Rio de Janeiro, após reunião entre Bolsonaro e integrantes de sua equipe

Embora tenha se mostrado disposto a rever a proposta, por causa da preocupação do setor exportador com possíveis barreiras comerciais, especialmente aos produtos agropecuários, Bolsonaro optou por fundir as duas pastas, como prometera ainda no 1º turno da eleição.

O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil, disse ao site UOL que a administração federal terá entre 15 e 16 ministérios. Os nomes para ocupá-las, acrescentou, já constam de uma lista que está sendo analisada.

Até agora, além de Onyx, foram confirmados os nomes do general Augusto Heleno (PRP) para a Defesa e de Paulo Guedes para o Ministério da Economia. Também é praticamente certo que o astronauta Marcos Pontes comandará o Ministério da Ciência e Tecnologia.

Além de Onyx, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, o economista Paulo Guedes e o advogado Gustavo Bibianno participaram da reunião com Bolsonaro. Mourão anunciou que fará parte da equipe de transição de governo.

Ao final da reunião, também foi confirmada a fusão, a partir de 1º de janeiro de 2019, dos ministérios da Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio.

Conforme Mourão, alguns novos nomes de ministros do governo Bolsonaro devem ser anunciados nos próximos dias.

 

Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.