Cidades

31/03/2018 13:20 Da Redação

Tráfego na BR-364 será interditado totalmente para recuperação de ponte

Para dar continuidade ao trabalho de recuperação emergencial da ponte sobre o córrego Carandazinho, região do km 529 da BR-364, em Rosário Oeste, a rodovia terá que ser totalmente interditada entre 2 e 4 de abril, sempre das 22h às 4h. A medida adotada pela Rota do Oeste é fundamental para a atividade de concretagem e estabilização da estrutura. O fechamento da pista contará com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O serviço na ponte teve início em 22 de março e faz parte de um pacote de obras de recuperação de quatro estruturas. O mesmo procedimento foi realizado na ponte sobre o córrego Guanandi, localizada no km 513 da BR-364, também em Rosário Oeste. O usuário que tiver dúvida sobre as datas e horários de interdição, pode entrar em contato com a Concessionária pelo 0800 065 0163 e certificar sobre o período de fechamento da pista.

O diretor de Operações da Rota do Oeste, Fernando Milléo, explica que os veículos de passeio podem adotar como rota alternativa a MT-010, conhecida como Estrada da Guia. Porém, o tráfego de veículos de carga não é permitido na rodovia estadual. “Para os motoristas de carga, a recomendação é programar a viagem, parar em local seguro para descansar no período noturno e evitar ficar estacionado na rodovia”.

Além das interdições totais no período da noite, a Rota do Oeste realizará intervenção no fluxo de veículos durante o dia até a conclusão dos serviços. Para controlar a velocidade foram implantadas lombadas temporárias antes do local das obras. A medida é fundamental para reforçar a segurança dos usuários e dos profissionais que atuam na recuperação da ponte. Milléo lembra que é fundamental a colaboração dos usuários da rodovia, respeitando a sinalização e as orientações repassadas pelos operadores de tráfego. “São medidas de segurança importantes para todos que estão na região”, complementa.

Alertas - Para evitar transtornos aos motoristas e possibilitar a programação da viagem, a Concessionária está alertando com antecedência a intervenção na rodovia. O diretor de Operações frisa que os painéis de mensagem variável (PMVs) fixos já contam com o alerta sobre a interdição. Outros três PMVs móveis estão posicionados estrategicamente no Trevo do Lagarto (km 453 da BR-364), em Várzea Grande; na base SAU 9 (sentido norte do km 488 da BR-364), em Acorizal; e no sentido sul entre o km 545 e o km 546 da BR-364, em Rosário Oeste.

Pacote de obras - A primeira etapa de recuperação contemplou a ponte sobre o córrego Guanandi, no km 513 da BR-364, em Rosário Oeste. A Rota do Oeste prevê ainda obras para as pontes sobre os rios Ferrugem (km 474, em Jangada) e Pari (km 440, em Várzea Grande).

Os serviços são fundamentais para garantir e prolongar a vida útil das estruturas. As patologias foram identificadas durante inspeções e monitoramento das pontes e diante da necessidade de cada ponte foi elaborado um projeto específico para atender à demanda. O serviço realizado na ponte sobre o Carandazinho terá como finalidade o reforço dos apoios, que sofreram desgaste em decorrência do tempo e do fluxo intenso de veículos pesados que passam pela região.

DNIT – Em 4 de abril, empresa contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) realizará uma obra na ponte sobre o rio das Mortes, em Campo Verde, e será realizado um desvio de tráfego entre o km 312 e o km 316 da BR-364. No local, a pista norte será interditada e o fluxo de veículos será direcionado para a faixa sul.


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.