Cidades

15/06/2018 09:26

Comissão prepara ritual de “Lavagem das Escadarias da Igreja do Rosário e São Benedito”

Antecedendo a tradicional festa de São Benedito, as nações de matrizes africanas se preparam para realizar a segunda edição da Lavagem das Escadarias do Rosário e São Benedito, trazendo como tema central “Axé – Salve as Águas”. O ritual vai acontecer no dia 23 de Junho, das 8h às 12h. A organização do evento pretende dobrar o público em relação ao ano anterior, para isso conta com a vinda de caravanas do Rio de Janeiro, Bahia e do interior do Estado.

As instituições que representam as federações, associações e centros espíritas de Mato Grosso promovem o ritual da Lavagem do Rosário, com o apoio da Prefeitura de Cuiabá por intermédio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, antecedendo a festa de São Benedito. A pretensão é inserir o evento no calendário anual das festividades religiosas da cidade.

Este espetáculo da cultura afro visa unir cultura e religiosidade com a pretensão de exaltar referências africanas mato-grossenses. A cultura é passada de geração para geração, exemplo disso é a presença das crianças das comunidades quilombolas e o senhor Antônio Mulato, o mais antigo remanescente quilombola da comunidade de Mata Cavalo.

“Este ano, a energização da água da lavagem que vai na ‘quartinha’ (recipiente utilizado pelas mães de santo) fará uma referência às mulheres. A lavagem também recebe reforços vindos de outras cidades, ano passado tivemos 600 pessoas envolvidas diretamente com a lavagem. Em 2018 estaremos com mil pessoas participando do ritual e ainda teremos algumas surpresas para o público” conta Onilce Santana, presidente da Associação da Umbanda de Mato Grosso – Assumat.

De acordo com a organização, a ideia é trabalhar o ano todo intensamente, objetivando a conquista de resultados que quando chegar a data do evento, a diretoria tenha como realizá-los com mais tranquilidade. 

Conforme o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, uma das características mais marcantes do local é a preservação de um detalhe forte do seu passado, que incluem a sua emblemática escadaria. “O lugar guarda história de forte devoção e fé do povo cuiabano, a começar pelos escravos que a construíram, no século XVIII. A Lavagem das escadarias antecedendo a festa do nosso santo negro, representa mais um ato de fé, por parte dos representantes das culturas afro, voltado ao padroeiro. No ano anterior, pudemos acompanhar esta linda festa e, este ano a Prefeitura de Cuiabá não poderia deixar de apoiar nossos irmãos, que por meio de sua cultura deixam uma mensagem de tolerância e paz a todos nós, independente de religião”, afirma o secretário.

A celebração também consolida as práticas de solidariedade, respeito às diferenças, contra o racismo e a discriminação, que torna o ritual responsável na união entre diferentes crenças religiosas objetivando a paz entre todos os povos. Baseada nesta proposta, o Padre Marco Antônio Oliveira Santos, reiterou que a igreja comunga com toda a sociedade, o amor e a fé em Deus, que faz parte da vida de todos.

“A missão da igreja é a união das pessoas e que nós somos todos tementes a Deus. Para isso é preciso que consigamos despertar em nossos corações o respeito e o amor ao próximo, independente de religião. Este encontro no entorno da nossa paróquia representa um caminho na busca do fim dessas diferenças”, frisou o padre.

Fazem parte da Comissão organizadora: Associação da Umbanda de mato Grosso – Assumat – Presidente Mãe Onilce Santana; Associação de Cultura Afro de Candomblé e Umbanda Várzea-grandense – Acacuv – Presidente Pai Paulo de Oxumaré e Grupo Cultural Kuntakité – Presidente Lindisey Catarina de Sá. 

 

Segue programação:

Concentração: 6h da manhã na Casa Cuiabana

Encontro de religiosidades e simpatizantes: 08h30

Lavagem da escadaria: 9h

Caminhada: 9h30

Almoço: 12h


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.