Cidades

19/01/2019 19:17 Noticias de Hoje e Folha Max

Diretor de policlínica nega má conduta e diz ser vítima de armação

F.M.R. diz ter ser trabalho elogiado até por prefeito, o que teria "causado inveja" de algumas pessoas

O coordenador da Policlínica do Verdão, F.M.R., se defende da acusação de suposta conduta indevida no trabalho afirmando que o documento da Ouvidoria apresentado à redação é falso. De acordo com ele, a pessoa responsável, que ele não tem ideia de quem seja, está tentando prejudicá-lo ou visa seu cargo.

“Talvez porque desde que entrei na policlínica eu registro um bom trabalho, comprovado e elogiado por todos, inclusive o próprio prefeito, o secretário de saúde e até seu adjunto. Não sei se de repente isso despertou a inveja em alguém para querer fazer algo pra me desestabilizar, não tenho como saber por que isso aconteceu. Mas esse documento é falso e tenho como provar”.

Ele apresentou a fotografia do que seria o original do ofício número 2753/2018 da Ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde, além de um "nada consta" assinadao pela ouvidora Sheila Chrislaine Rodrigues Moura, assim como o documento apontado por ele como falso.


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.