Faleceu neste sábado em decorrência de um ataque cardíaco o artista plástico Nison Pimenta, aos 60 anos. Ele não resistiu a uma cirurgia cardiaca, após sofrer um infarto. 

Pimenta é considerado um dos mais importantes ou o mais importante e atuante artista brasileiro na arte Naïf. Em 2012 foi classificado entre os 40 melhores artistas populares do mundo pela Fundação Cartier para a Arte Contemporânea em Paris, uma das instituições culturais mais respeitadas do mundo.

Natural de Caravelas, na Bahia, Nilson Pimenta foi um mestre da explosão de cores. Aos seis anos, mudou-se para Mato Grosso e percorreu durante quinze anos diversas cidades da região do Estado, onde trabalhou como lavrador. A partir daí, que delineou a fonte de suas obras.

Desenhista e pintor autodidata começou a pintar em 1979 e desde 1982 é orientador do Ateliê Livre do Museu de Arte e Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Nilson Pimenta orientou vários alunos e pintores. Hoje, muitos destes são artistas renomados.

Os locais do velório e do enterro ainda não foram definidos.