22 de janeiro de 2018 - 11:32

Cultura

27/10/2017 06:57

Autores das obras selecionadas recebem prêmio em noite de autógrafos no Palácio Paiaguás

“Cultura é a forma de viver de cada um. Nós conhecemos o mundo por meio de determinados autores. O mais importante desse prêmio é poder revelar aqueles que sabem contar o que somos, o que queremos e o que desejamos. Cultura não tem fronteiras, quero que o mundo conheça a nossa literatura, que não é de Mato Grosso e sim, universal”, disse o governador Pedro Taques na solenidade de entrega do 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura, na noite de quarta-feira (25), no Palácio Paiaguás. A cerimônia contou com a presença dos escritores premiados no certame que, na ocasião, lançaram e autografaram as obras selecionadas. Nesta quinta-feira (26) os escritores participaram de um almoço com o governador no Palácio da Instrução.

Foram ao todo 89 inscrições e dez obras literárias contempladas com R$ 30 mil cada, totalizando R$ 300 mil em investimentos. Os trabalhos são inéditos e contemplam as seguintes categorias: duas obras em poesia, quatro obras em prosa, duas obras na categoria revelação e duas obras na categoria infantojuvenil, uma novidade nessa segunda edição.

“É enorme a qualidade literária das obras concorrentes e a criação de um prêmio de Mato Grosso nos possibilita começar a existir para, daqui a pouco, sermos reconhecidos nacionalmente”, observou a profª drª Vera Lúcia da Rocha Maquês, que foi responsável pela seleção das obras juntamente com Agnaldo Rodrigues da Silva e Dante Gatto, integrantes do corpo docente da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

Para o escritor Victor Hugo Machado dos Anjos, vencedor na categoria infantojuvenil com a obra "Mundo dos sonhos, o ferreiro e a cartola", ter sido contemplado com a primeira história escrita para crianças foi uma grata surpresa e um incentivo a se manter no gênero literário. O autor, que se inspirou na própria infância, já possui um romance para jovens adultos lançado em Portugal.

Vencedor na categoria poesia com a obra Gênero, número, Graal, o escritor Luiz Renato Souza Pinto chamou a atenção das pessoas para que participem da próxima edição, cuja minuta de edital está em consulta pública no site Participação Social.

“As pessoas precisam acreditar, se inscrever, participar. Me sinto orgulhoso de ter recebido esse prêmio e pretendo estar presente na próxima edição, seja como participante ou para prestigiar os vencedores”, ressaltou.

O Prêmio Mato Grosso de Literatura integra as políticas públicas implementadas pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC-MT) na área da literatura, previstas no Plano Estadual de Cultura, que inclui o Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca de Mato Grosso (PELLLB-MT).

As principais metas do PELLLB-MT objetivam a democratização do acesso ao livro; fomento e valorização da leitura, literatura e bibliotecas; formação de mediadores para o incentivo à leitura; valorização institucional do livro, leitura, literatura e bibliotecas; desenvolvimento da economia do livro como estímulo à produção intelectual e ao desenvolvimento da economia estadual; fomento à cadeia criativa e produtiva do livro; acesso aos bens culturais e desenvolvimento intelectual e promoção da cidadania no Estado.

Confira as categorias e obras vencedoras

CATEGORIA POESIA
Gênero, número, Graal, de Luiz Renato Souza Pinto

Entraves, de Divanize Carbonieri

CATEGORIA PROSA
Os mesmos, de Teodorico Campos de Almeida Filho

O assassinato na Casa Barão, de Marcelo Leite Ferraz

Contos do Corte, de Afonso Henrique Rodrigues Alves

As intermitências da água, de Fernando Gil Paiva Martins

CATEGORIA INFANTOJUVENIL
Papo cabeça de criança travessa, de Maria Cristina de Aguiar Campos

Mundo dos sonhos, o ferreiro e a cartola, de Victor Hugo Machado dos Anjos

CATEGORIA REVELAÇÃO

Nu, de Helena Werneck dos Santos

Tikare, alma de gato, de Alexandre Marcos Rolim de Moraes


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo