Policia

30/03/2018 12:51

Ex-deputado é acusado de violar tornozeleira eletrônica e corre risco de ser preso

Juiz da Vara de Execuções Penais de Cuiabá enviou comunicado ao parlamentar exigindo sua presença ao Fórum
 

O juiz da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Jorge Tadeu, intimou o ex-deputado estadual Pery Taborelli (PSC) a comparecer ao Fórum da cidade amanhã (30) para explicar suspeita de violação em sua tornozeleira eletrônica.


O ex-parlamentar, que é oficial da PM-MT da reserva, foi condenado a dois anos e 4 meses de reclusão por abuso de poder, conforme o CenárioMT relatou em matéria do dia 25 e cumpre a pena em regime semiaberto.

Além desta acusação, Taborelli ainda terá que dar explicações pelo não comparecimento, no último mês de janeiro, junto ao juizado que monitora suas atividades.

Em comunicado ao ex-deputado, o juiz Jorge Tadeu informou: “Em caso de descumprimento de qualquer uma das condições acima, poderá ser decretada a sua prisão, com a finalidade de apresentá-lo imediatamente em audiência de justificação, podendo acarretar revogação do benefício e regressão do regime prisional para o 


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.