Policia

06/09/2018 14:37

Incêndio criminoso no Bradesco

 (GCCO)  Gerência de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil, investiga a possibilidade de que o incêndio criminoso cometido em uma agência do Bradesco, no fim da noite da última quarta-feira (05), na avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá, possa ter sido usado para maquiar um crime de estelionato.
 
“Nestes casos de incêndio de terminal, é provável que haja tentativa de estelionato. Os criminosos fazem uma série de depósitos de envelopes vazios no dia anterior, incendeiam o terminal e posteriormente vão cobrar do banco ressarcimento pelos depósitos feitos através do envelope vazio”, segundo informações do delegado Diogo Santana, titular da GCCO.
 
Segundo explicações do delegado Diogo, disse que esse tipo de  golpe é facilmente descoberto: “O banco tem condições de apurar quem realizou depósito verdadeiro e quais foram os vazios, mesmo com a queima do terminal. Portanto, com estes dados, conseguimos identificar quem seria o estelionatário e também o autor do incêndio”.
 
Imagens de câmeras de segurança da região e da agência bancária também devem ser utilizadas para tentar identificar o responsável pelo incêndio.
 


Copyright © 2017  Notícias de Hoje -  Telefone: (65) 3358-5258 - Todos os direitos reservados.