20 de janeiro de 2018 - 01:05

Policia

31/12/2017 08:13

Polícia Civil prende 3 e esclarece falsa comunicação de roubo em Tangará da Serra

Três pessoas envolvidas na simulação do roubo de um caminhão de uma distribuidora de bebidas foram presas em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na quarta-feira (27.12), em Tangará da Serra (239 km a Médio Norte). Entre os presos está o motorista do caminhão, que tinha a intenção de furtar o cofre que ficava no interior do veículo, em que era depositado o pagamento das mercadorias.

Marcio Leandro Drumm era funcionário da distribuidora de bebidas e responsável por entregar e receber o pagamento das bebidas. Ele arregimentou mais dois comparsas, Vagner Assis da Silva, 22, e Edmilson Apdo da Silva, 30, o "Gordo" para prática do crime. Na casa de um dos suspeitos foi apreendido o cofre retirado do caminhão da empresa em que estavam depositados aproximadamente R$ 17 mil.

O motorista foi autuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado pelo abuso de confiança e falsidade ideológica e falsa comunicação de crime. Os outros dois envolvidos responderão pelo crime de furto qualificado pelo concurso de agentes e fator noturno.

As investigações iniciaram quando o motorista registrou o boletim de ocorrência na Delegacia de Tangará da Serra, na quarta-feira (27), relatando que foi abordado por dois homens armados em uma motocicleta, que anunciaram o roubo. Na versão do condutor, os assaltantes o mandaram seguir até o Assentamento Antônio Conselheiro, onde subtraíram o cofre do veículo.

Durante as investigações, os policiais desconfiaram que a comunicação era falsa e que o motorista estava envolvido no furto do cofre.  Em continuidade as diligências, a equipe de investigadores da Tangará da Serra conseguiu identificar os outros dois envolvidos e localizou na casa do suspeito Edmilson, o cofre da empresa que ainda não tinha sido aberto. 

No local, os policiais também encontraram o aparelho celular que o motorista alegou ter sido roubado. Diante da situação, os três envolvidos foram conduzidos a Delegacia de Tangará da Serra, onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante.

Segundo o delegado Edmar Faria Filho, Márcio já havia convidado outros funcionários da empresa para participar da ação criminosa. “Como não encontrou nenhum colega de trabalho que aceitasse, ele decidiu procurar pessoas de fora para ajuda-lo na ação criminosa”, disse o delegado.


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo