20 de janeiro de 2018 - 00:11

Política

04/01/2018 17:09 Noticias de Hoje e Veja

PSDB será >protagonista> na união do país, diz Alckmin

Declaração foi dada após FHC admitir que o PSDB pode apoiar outro nome à Presidência caso Alckmin não aglutine apoios de partidos de centro

Governador de São Paulo e pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin disse nesta quinta-feira que o candidato tucano ao Palácio do Planalto na eleição deste ano “deve unir o país” e que o PSDB será “protagonista” nessa união. As declarações foram dadas dois dias depois da entrevista do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ao jornal O Estado de S.Paulo, na qual FHC reconheceu que os tucanos podem apoiar outro nome na disputa caso Alckmin não consiga unir partidos de centro.

Geraldo Alckmin iniciou sua fala concordando com a percepção do ex-presidente, externada na entrevista, de que o país estaria cansado de divisão. “Vamos trabalhar para unir o país. Unir em torno de um projeto, de uma proposta, é isso que o presidente Fernando Henrique defende e nós também defendemos. Vamos unir o Brasil e o PSDB será protagonista nesse trabalho de poder unir o país, para poder retomar o crescimento”, afirmou Alckmin, que também é presidente do partido, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Após a repercussão negativa das declarações de FHC entre os tucanos, o ex-presidente divulgou uma nota em que reforçou que o candidato é Alckmin.


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo