20 de janeiro de 2018 - 00:15

Política

06/01/2018 19:16

Wilson confia em habilidade de Taques para manter aliança em MT

O secretário de Estado de Cidades (Secid), Wilson Santos (PSDB), não acredita em uma possível saída do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), e do senador e ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) do arco de alianças do governador Pedro Taques (PSDB). Aliados na eleição de 2014, eles podem acabar em lados opostos nas eleições de outubro deste ano.

O nome de Mauro Mendes é cotado para disputar o Palácio Paiaguás justamente contra Pedro Taques. O ex-prefeito, que está de saída do PSB, deve se filiar ao Democratas (DEM) e caso realmente se candidate ao governo do Estado, deve levar consigo o apoio de Blairo Maggi, que buscará a reeleição ao Senado.

“Este período que se antecipa as convenções é cheio de teses e elucubrações. É natural e vai acontecer ainda mais, mas acredito que o Taques vai ter habilidade suficiente para manter todos que o levaram a vitória e com a manutenção do grupo, não vejo dificuldades para vencer estas eleições. Acredito que o grupo será mantido”, disse.

Wilson afirmou que a habilidade de Taques será fundamental para agregar o grupo aliado. Ele também pontuou que o momento é de deixar objetivos individuais de lado e buscar a união entre todos. Ele afirmou que este tipo de especulação surge, principalmente, de adversários, que segundo ele, não tem nenhum nome forte para disputar o governo com Taques.

“É natural que as vezes exista mais interesse do que vagas, mas o governador é habilidoso, paciente e tem uma capacidade extraordinária de superar desafios e cresce diante deles. O talento dele fará com que o grupo se entenda. Tem vaga para todo mundo e a reedição desta aliança é o que nossos adversários não querem, pois eles não têm candidatura. A oposição não tem candidatura consistente. Eles estão tentando abrir uma dissidência aqui. Sonham com alguém da nossa base. Cabe a nós termos humildade e espírito de coesão para manter isso unido”, completou.

Para Wilson, o nome de Taques é consenso entre todo o grupo como o melhor candidato para as próximas eleições. Ele inclusive cita uma pesquisa recente do Ibope, que coloca o atual governador como líder nas intenções de voto para o Palácio Paiaguás. Ele também acredita que com a possível ida de Mauro Mendes para o DEM, a tendência é a de consenso entre os aliados.

“O DEM é um partido que tem a tradição da lealdade. É claro que eles cresceram e ganharam musculatura e irá sentar a mesa com muito mais poder de fogo, mas nós temos, sem dúvidas, o melhor candidato para unir o grupo e vencer as eleições, que é o Pedro Taques. O caminho nosso é continuar juntos e colocar o interesse público da sociedade acima de tudo. Os interesses individuais devem se calar diante do interesse maior, que é continuar mudando Mato Grosso, em um governo honesto, transparente e realizador, que governou o Estado durante a maior crise da sua história”, completou. 


Copyright 2016 -  Todos os direitos reservados

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo